quarta-feira, 18 de abril de 2018

Infinito

"Se as portas da perceção estivessem limpas, tudo apareceria para o homem tal como é: infinito."

William Blake

sábado, 14 de abril de 2018

Mar de serenidade

Queria trazer-te
Um mar de serenidade,
Que te amenizasse a saudade,
Que sei que navega no teu peito.
[...]

Ana Homem de Albergaria

These Days


terça-feira, 10 de abril de 2018

Balada do Poema Que Não Há

...
Quero escrever um poema
Como quem escreve o momento
Cheiro de terra molhada
Abril com chuva por dentro
E este ramo de alfazema
Por sobre a tua almofada
Quero escrever um poema
Que seja de tudo ou nada
...

Manuel Alegre

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Espera(r)

Difícil é esperar
quando sabemos
nada haver a esperar.
...

Egito Gonçalves

terça-feira, 3 de abril de 2018

Só gosto das pessoas boas

Só gosto das pessoas boas
quero lá saber que sejam inteligentes artistas sexy
sei lá o quê
se não são boas pessoas
não prestam

Adília Lopes

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Dia Internacional do Livro Infantil

[Imagem copiada Daqui.]

Comemora-se, hoje, em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen (1805-1875), escritor dinamarquês, autor dos contos infantis “Soldadinho de Chumbo”, “Patinho Feio”, “A Pequena Sereia”, entre outros. Para assinalar a data, a partir de 1967, este dia passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se, assim, a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.  Neste dia, não posso deixar de lembrar o papel que a Biblioteca Itinerante Calouste Gulbenkian teve na promoção da leitura num tempo em que não havia qualquer outro acesso aos livros, como aconteceu comigo, na minha aldeia perdida nas encostas do Marão. Hoje, os tempos são outros, a Biblioteca Gulbenkian já não vem à minha aldeia, mas há uma coisa que se mantém até hoje: o meu amor incondicional pelos livros e pela leitura.