terça-feira, 17 de outubro de 2017

Eterno é o momento em que estive

...
O tempo não se perde, nem se vence.
Cada qual vive apenas o que vive,
e nenhum outro instante lhe pertence.

José Pedro Moreira

Lullaby


Pra (me) embalar a noite.

domingo, 15 de outubro de 2017

Dia horrível.


O Inferno parece não ter fim...

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Havana oh na na!


Música viciante...

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Como chegamos aqui?

Como é possível alguém acabar de perder um familiar (mãe, pai, avó...) e o primeiro impulso seja correr para o Facebook anunciar a morte do ente querido??? A sério, não consigo entender!

terça-feira, 10 de outubro de 2017

💖


Lindo!

Outono

O outono 
por assim dizer
pois era verão
forrado de agulhas
...
Eugénio de Andrade

domingo, 8 de outubro de 2017

Really?...



Um silêncio perfeito


E encontramos um silêncio imenso,
Um silêncio perfeito que nos esperava desde sempre,

Sophia de Mello Breyner Andresen

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

terça-feira, 3 de outubro de 2017

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Tatanka|Alfaiate


[Eu fui noutra vida um pedaço de ti.]

domingo, 1 de outubro de 2017

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Embalo

[...]
Fazer da palavra um embalo
é o mais puro e apurado
senso da poesia.

Mia Couto

sábado, 23 de setembro de 2017

O idioma das aves

Não há adeus
no idioma das aves.
 
Mia Couto

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

A Insatisfação (nunca me abondona).


...
Quase nada
[experimento o céu de negro que há de norte a sul]
nunca me conforma
[prometo-me a mim mesma mais de céu azul]
a insatisfação
[temo que haja pouco pra me contentar]
nunca me abandona
[mas nada me impede de tentar]
...

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

O inalcançável é sempre azul


«Para vermos o azul, olhamos para o céu. A Terra é azul para quem a olha do céu. Azul será uma cor em si, ou uma questão de distância? Ou uma questão de grande nostalgia? O inalcançável é sempre azul.»

Clarice Lispector

domingo, 17 de setembro de 2017

Setembro

Para mim, setembro, é nostalgia. É um acumular de lembranças e uma vontade imensa de as reviver. É perder-me no tempo e na saudade. É sentir que há memórias e momentos que não voltam mais.

sábado, 16 de setembro de 2017

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

😫

É como se as férias já fizessem parte de um passado longínquo...

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Wherever I Go


Love this song...

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Marcas

[...]
A marca faz parte dos livros.
Estão marcados. Nós também.

Pedro Mexia

domingo, 10 de setembro de 2017

Deambular no silêncio...

[...]
Gosto do silêncio que pulsa nas veias...
Aquele sem tempo, nem espaço
Aquele que vive em mim, e me faz deambular...

Cecília Vilas Boas

Into My Arms


[Into my arms, O Lord...]

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Tarde


O que eu queria dizer-te nesta tarde
Nada tem de comum com as gaivotas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Lullaby Love


[Embalo para o meu dia.]

domingo, 3 de setembro de 2017

Aos domingos as ruas estão desertas

Aos domingos as ruas estão desertas
e parecem mais largas.
Ausentaram-se os homens à procura

de outros novos cansaços que os descansem.

António Gedeão

sábado, 2 de setembro de 2017

Renascer

Breves são os espaços
em que não sinto
tudo o que faz sentido
em meu viver
e nesses raros momentos
sei que minto
porque é neles
que aprendo a renascer.

José Gabriel Duarte

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

P'ró ano há mais...

[Hora de começar a procurar os feriados no calendário:-]

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

A tirania do politicamente correto

A tirania do politicamente correto está a assumir contornos absolutamente ridículos e perigosos. Tudo o que dizemos ou fazemos, é escalpado ao pormenor e suscetível de ferir sensibilidades. Por este andar, a patrulha do politicamente correto, é que vai decidir os livros que devemos ler, os filmes que podemos ver, a música que podemos ouvir,  a cor da roupa que podemos vestir, os brinquedos que podemos oferecer aos meninos e às meninas... Acho inaceitável esta política totalitária que se acha dona da verdade e que não é capaz de aceitar/tolerar opiniões diferentes. Quer queiram quer não, a isso chama-se censura e desse veneno não queremos voltar a provar.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Fui p'ra fora cá dentro (e foi tão bom:-)

Aveiro

Lisboa

Lisboa

Lourinhã

Nazaré

Peniche

Porto

S. Martinho do Porto/Foz do Arelho

Óbidos

Porto, Aveiro, Nazaré, S. Martinho do Porto, Foz do Arelho, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Lourinhã, Lisboa... Tanto para (re)ver, apreciar, saborear, recordar... 
O nosso país é lindo!

Sem comentários.

Com é possível que, estando o país quase todo em seca severa e com alguns incêndios ainda ativos, a chegada da chuva seja apelidada de "mau tempo"?!!!

domingo, 27 de agosto de 2017

Um Homem só no Segredo

Um homem só no segredo
sabe um segredo profundo:
nunca está só nem tem medo
quem ama os homens e o mundo.

Carlos Aboim Inglez

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

As viagens são como as pessoas


«As viagens são como as pessoas, não há duas iguais.»
                                                              
John Steinbeck

sábado, 12 de agosto de 2017

😊👏

Sto arrivando...

sábado, 5 de agosto de 2017

Regresso a ti

Regresso sempre a ti, sempre que te penso
regresso ao lugar dos abraços inocentes
regresso ao calor das tardes de verão

e se por acaso não te encontrar
haverei sempre de te ler no coração da poesia.
...

São Gonçalves

terça-feira, 1 de agosto de 2017

💜


Quando te der saudade de mim
Quando tua garganta apertar
Basta dar um suspiro
Que eu vou ligeiro
Te consolar
...

segunda-feira, 31 de julho de 2017

O rio da minha aldeia

O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.
...
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.


Alberto Caeiro

sábado, 29 de julho de 2017

A Correr, a vida passa.



Corre a gente decidida
Pra ter a vida que quer
Sem repararmos que a vida
Passa por nós a correr
Às vezes até esquecemos
Nessa louca correria
Por que motivo corremos
E para onde se corria

...

sexta-feira, 28 de julho de 2017

O passado fica, nós passamos

...
É isso o passado: o sentimento por trás da imagem,
a recordação colada à fotografia,
o aroma de uma despedida que ficou para sempre inconfessada.
...

José Jorge Letria

quinta-feira, 27 de julho de 2017

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Não se perdeu nenhuma coisa em mim

[...]
Trago o terror e trago a claridade,
E através de todas as presenças
Caminho para a única unidade.


Sophia de Mello Breyner Andresen

terça-feira, 25 de julho de 2017

Pedrógão Grande

Por mais que queiram ocultar/minimizar as consequências da tragédia, não há volta a dar: há danos que não têm reversão e que nos envergonham enquanto Estado de direito.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Céu|Baile de Ilusão


Música para a minha tarde.

Chuva de Poesia

E ao 3.º dia, no Festival Mimo, choveu poesia:-)

sábado, 22 de julho de 2017

De todas as palavras escolhi água

De todas as palavras escolhi água,
porque lágrima, chuva, porque mar
porque saliva, bátega, nascente

porque rio, porque sede, porque fonte.
De todas as palavras escolhi dar.
[...]

Rosa Lobato de Faria

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Sonhos especiais

"...há sonhos que são especiais porque nunca passarão de sonhos!!!..."

Ana Souto de Matos

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Da liberdade de expressão (ou da falta dela).

Já não há pachorra para tanta hipocrisia tacanha e mesquinha que pulula nas televisões, nos jornais, nas redes sociais, na política...Que eu saiba, (ainda) vivemos numa democracia, por isso, cada um é livre de exprimir a sua opinião, seja ela qual for, sem qualquer tipo de discriminação ou censura. A isso, meus caros, chama-se liberdade de expressão.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sacode as nuvens

Sacode as nuvens que te poisam nos cabelos,
Sacode as aves que te levam o olhar.
Sacode os sonhos mais pesados do que as pedras.
...

Sophia de Mello Breyner Andresen

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Sign of the Times


[Estou "apaixonada" por esta música. Não me perguntem porquê, mas estou...:-]

Um bom livro

"Um bom livro é o que parece ter sido escrito para nós – é o que nos faz ser melhores do que fomos antes de o lermos."

terça-feira, 11 de julho de 2017

Desencontro


[A voz (ex Madredeus) a que gosto de voltar.]

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Estamos com'versados.

"Não sei se existe um sentido para a poesia. Talvez a poesia sirva para abrandar o ritmo frenético dos dias. Ou talvez seja apenas deitar tempo fora. Mas, enquanto eu tiver tempo, hei de continuar a gastá-lo mal gasto."

André Manuel Correia in Com'versados

domingo, 9 de julho de 2017

sexta-feira, 7 de julho de 2017

A saudade não cabe nas palavras

A saudade é como a poesia: não cabe nas palavras.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Thunder


Bem apropriada...

Caminhos gastos

...
Só os caminhos gastos
andam descalços
e escapam à eternidade
de um destino certo.

Emanuel Lomelino

terça-feira, 4 de julho de 2017

E tudo era possível

(...)

E tudo se passava numa outra vida
e havia para as coisas sempre uma saída
Quando foi isso? Eu próprio não o sei dizer

Só sei que tinha o poder duma criança
entre as coisas e mim havia vizinhança
e tudo era possível era só querer
Ruy Belo

domingo, 2 de julho de 2017

sábado, 1 de julho de 2017

Neste país, a culpa morre (sempre) solteira.

Morrem 64 pessoas num incêndio e, pelos vistos, ninguém teve culpa. Os incidentes com drones nos aeroportos sucedem-se e também ninguém tem culpa. Um arsenal de armas é roubado e a culpa também não é de ninguém. Como é costume, abrem-se inquéritos atrás de inquéritos, criam-se comissões de trabalho ditas  "independentes" e, claro, como também é costume, ficará tudo em "águas de bacalhau" e ninguém será culpado de nada. Vergonha.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

As coisas simples


Nunca são as coisas mais simples que aparecem
quando as esperamos. O que é mais simples,
como o amor, ou o mais evidente dos sorrisos, não se

encontra no curso previsível da vida.
...

Nuno Júdice

terça-feira, 20 de junho de 2017

Alexander Search|A Day of Sun


[Um pouco de Sol para iluminar a noite escura.]

domingo, 18 de junho de 2017

Pedrógão Grande, o Horror.

Vejo as imagens dantescas, a devastação, o número de vítimas mortais, e não consigo deixar de me perguntar: como foi isto possível??!!! Oiço os governantes máximos da Nação afirmarem perentoriamente que era impossível ter feito mais. Não sei, não sou perita na matéria, e acredito que os bombeiros tudo devem ter feito para valerem às populações, isso não ponho em causa. Ponho em causa, isso sim, o total laxismo dos sucessivos governos deste país que se demitiram das suas funções de cuidar, proteger e reordenar este bem precioso que são as florestas. Esses, sim, são os verdadeiros culpados desta tragédia para a qual não há palavras.

sábado, 17 de junho de 2017

Canícula

Sinto-me a derreter...

Existem séries...

... e existe ESTA SÉRIE!
Adoro! Adoro! Adoro!

quinta-feira, 15 de junho de 2017

domingo, 11 de junho de 2017

Dizer adeus.

Passem os anos que passar, não saberei nunca dizer(-te) adeus.

sábado, 10 de junho de 2017

Viagem

É o vento que me leva.
O vento lusitano. 

É este sopro humano
Universal
Que enfuna a inquietação de Portugal.
É esta fúria de loucura mansa
Que tudo alcança
Sem alcançar.
Que vai de céu em céu,
De mar em mar,
Até nunca chegar.
E esta tentação de me encontrar
Mais rico de amargura
Nas pausas da ventura
De me procurar...

Miguel Torga

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Reconvexo


[Música para a minha tarde.]

segunda-feira, 22 de maio de 2017

O dia começa melhor com um Abraço :-)


"Os abraços foram feitos para expressar o que as palavras deixam a desejar."

Anne Frank

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Nothing Else Matters


So close, no matter how far
Couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
And nothing else matters
...

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Acalmia

Guardavas dos lugares
um sentido improvável. Tudo era

mais verdadeiro por
repentinamente
se assemelhar a um regresso.
[...]

Vasco Gato

sexta-feira, 12 de maio de 2017

A ausência do tempo

Sugestão para o fim de semana.




[Pra desenjoar de Fátima, do Festival da Eurovisão e do Futebol. Já não há pachorra!]